Tecnologia RFID potencializa resultados no controle de estoque

/
18 de dezembro de 2020

Radio Frequency Identificationem inglês, ou Identificação por Rádio Frequência em português. Ou porque não simplesmente RFID. Você, profissional da indústria e do varejo, e que lida diretamente com a área de logística, controle de estoque e rastreabilidade de produtos, por exemplo, sem dúvida já ouviu falar dessa tecnologia, muito utilizada em mercados maduros da Europa e Estados Unidos. Com ela torna-se muito mais simples, rápido e seguro realizar inventários em lojas e armazéns nos quais as mercadorias também são etiquetadas com tecnologia RFID. Há coletores de dados que podem rastrear em poucos minutos todos os itens e fazer o levantamento com máxima assertividade. 

Empresas que querem manter seus estoques sob controle sem elevar a complexidade e os custos da operação etiquetam mercadorias com sensores de tecnologia RFID. Assim, conseguem, com apoio direto dos coletores de dados, tornar o dia a dia de seus operadores muito mais prático. Além disso, é possível reduzir custos operacionais com a tecnologia RFID. Em vez de montar uma equipe gigante na área de recebimento de mercadorias, no armazém e até na loja, é possível equipar um time reduzido com coletores de dados RFID. 

O RFID refere-se a uma tecnologia em que dados digitais codificados em etiquetas inteligentes são capturados por um leitor via ondas de rádio. Ele é semelhante ao código de barras em que as informações de um rótulo são capturadas por um dispositivo que as armazena em um banco de dados.  

 

Controle de estoque com coletores de dados com RFID 

 

coletor de dados transmite sinais que ativam o código contido na tag e essa, por sua vez, “responde” com sinais que se transformam em informações. E com o rastreamento de itens e muito mais rapidamente, o controle de estoque vai ser cada vez mais prático e seguro.  

 

Um coletor de dados com RFID não precisa ser posicionado nas etiquetas de cada item para capturar e transmitir as informações. Pode fazer isso a uma distância média de 8 a 11 metros e, se necessário, ler muitas informações ao mesmo tempo. Assim, é possível ter as vantagens que vão desde a visibilidade dos dados em tempo real à redução de erros e retrabalhos, além da localização rápida de produtos nos armazéns aos registros mais ágeis de perdas e danos.  

 

Se você ainda não conta com coletor de dados na operação de controle de estoque de seu empreendimento, considere essa possibilidade. Afinal, bons coletores de dados facilitam a produtividade e tornam a informação mais segura. Tudo para tornar sua empresa cada vez mais competitiva.  

 

 

 

 

 

Deixe um comentario

Your email address will not be published.