Com lançamentos, mercado calçadista exige atenção no estoque

/
16 de setembro de 2021

A pandemia acertou em cheio a indústria calçadista no Brasil. A produção caiu 18,4%, somando 764 milhões de pares, e as exportações, que respondem por 14% das vendas, reduziram 18,6%, para 93 milhões de pares. Apesar desse cenário pouco atraente, e ainda vivendo um momento de incertezas, o setor deve registrar crescimento de cerca de 12% na produção neste ano de 2021, como aponta levantamento da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados). Bom para a indústria, e também para o varejo, que deve dar mais atenção no estoque para atender a demanda.

Ainda mais em tempo de pandemia de coronavírus, qualquer sinal de recuperação de vendas no mercado, ainda que tímida, causa uma correria entre os varejistas em busca de produtos que atendam às expectativas dos consumidores, especialmente nessa reta final do ano marcada por importantes datas, como a Black Friday e o Natal. Tal crescimento nas vendas se deve à reabertura das lojas físicas e ao hábito do consumidor de comprar online, que foi consolidado com a pandemia, ajudando a manter os resultados em alta.

Mas no mercado calçadista, ter atenção no estoque é de fundamental importância para o varejista. Até porque o varejo calçadista vive, anualmente, a volta com um grande volume de lançamentos e troca de coleções que periodicamente marcam o mercado. Ou seja, nesse setor, a armazenagem de mercadorias e má atenção no estoque prevendo demandas futuras pode ser um tiro no pé. O ideal seria a sincronização entre a oferta e a demanda, de maneira a tornar a manutenção de estoques desnecessária.

Assim, a atenção no estoque, por meio de um planejamento bem controlado, deve ser levada muito a sério. O calçado tem uma vida útil curta, pois, como já mencionado, planeja-se a sua compra e venda por coleções. Por isso mesmo, claro, o ideal seria ter um estoque organizado e com variedade para o sucesso de uma loja de calçados. O armazenamento fora do padrão pode gerar perdas e prejuízos, e um estoque enxuto demais tende a afastar clientes.

Atenção no estoque em prazos menores

No varejo, habitualmente, as equipes de gestão de estoque costumam fazer periodicamente os seus inventários. No caso do setor calçadista, especialistas recomendam que o processo seja feito em períodos menores (mensalmente, por exemplo) em razão, justamente, das constantes trocas de coleções. Sem dizer que o mercado registra, segundo a Abicalçados, mais de 8 mil indústrias espalhadas pelo país.

Por conta de tudo isso a atenção no estoque, amparada com o uso ostensivo da tecnologia, como os coletores de dados, deve ser redobrada. Com uma boa gestão é possível o varejista tomar suas decisões de compras embasadas em dados reais, de maneira que minimizam riscos de eventuais prejuízos. Com o estoque assertivo, o varejista do setor calçadista pode contar com produtos de qualidade, além de tê-los na quantidade certa, na hora certa e pelo custo justo.

Estoque variado de modelos, mas sem perdas

Para uma loja de calçados, como em qualquer outro segmento do varejo, a falta de atenção no estoque pode ocasionar dois grandes problemas. Além da perda da venda com a ruptura de um modelo de tênis ou sapato, por exemplo, o lojista pode perder o cliente para uma rede concorrente. Ou seja, sua insatisfação pontual pode também gerar perdas de vendas futuras.

Ter um estoque variado de modelos e tamanhos é essencial para o lojista destacar-se no mercado. Mas muito cuidado. O excesso, gerado pela falta de controle e atenção no estoque, também pode acabar com seu negócio. Afinal, o estoque tem uma série de custos, como o de aquisição e manutenção, que pode comprometer a rentabilidade das vendas.

As informações foram úteis? Sua loja está preparada para fazer uma boa gestão no estoque? Está investindo em tecnologia, como os coletores de dados que são primordiais nas operações? Mãos à obra e dê prioridade à organização de seu estoque. Boas vendas!

 

Deixe um comentario

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.